Voltar para o Blog

DIU Hormonal

O dispositivo intrauterino (DIU) é um método anticoncepcional constituído por um aparelho pequeno e flexível, em forma de T, o qual é colocado dentro do útero e exerce ações que culminam por evitar a gestação. Basicamente há dois tipos de DIU: os que contêm cobre e os com hormônio (Levonorgestrel-LNG).

Neste post falaremos sobre o DIU hormonal – também chamado de Sistema Intrauterino (SIU), tendo como nome comercial Mirena.

Útero

Seu mecanismo de ação ocorre pela liberação de 20mcg/dia de Levonorgestrel na cavidade uterina durante cinco anos, sendo pouco absorvido para a corrente sanguínea e por isso os efeitos sistêmicos são mínimos. Agindo localmente, causa atrofia da camada interna do útero (endométrio) e alteração no muco cervical, efeitos que aumentam muito sua eficácia contraceptiva (índice de falha de 0,2 em 100 mulheres).

Uma das suas principais vantagens é a diminuição da intensidade das cólicas, do fluxo e duração das menstruações. Após seis meses de uso, em média, 44% das usuárias apresentam amenorreia (param de menstruar). Após a retirada do SIU as taxas de retorno da fertilidade são altas. Como possíveis efeitos colaterais há relato de pacientes que apresentam aumento de acne e sensibilidade mamária.

Vale lembrar que este método não previne as doenças sexualmente transmissíveis (DST´s), por isso o uso do preservativo é muito importante.

Portanto, converse com seu ginecologista regularmente, ele saberá indicar se o DIU hormonal é recomendado para você!

Fonte:

www.febrasgo.org.br

Gostou? Então ajude a compartilhar!

Tags: