Voltar para o Blog

Entendendo a Dor Mamária

A dor mamária (ou mastalgia) é um sintoma muito comum e afeta a maioria das mulheres em algum momento das suas vidas, o que pode gerar muita preocupação. Felizmente, não costuma estar associada à malignidade e nem ao aumento do seu risco.

Há dois tipos principais de dor mamária: a dor cíclica e a dor acíclica.

A dor cíclica, que é assim denominada por ter relação com o ciclo menstrual, é o tipo mais comum. Normalmente, acomete mulheres de 20 a 50 anos, costuma afetar as duas mamas e é devida a variações hormonais normais.

Já a dor acíclica não tem relação com o ciclo menstrual, podendo ocorrer antes ou após a menopausa e afeta uma ou ambas as mamas. Este tipo de dor pode ser devido ao consumo excessivo de cafeína, a lesões nas mamas, a alterações na postura ou até mesmo devido a dores musculares (dor não relacionada à mama). Frequentemente, a causa deste tipo de dor pode não ser identificada.

O tratamento consiste principalmente em orientação quanto à origem funcional do sintoma e a não relação com câncer. Outras orientações são: uso de sutiãs adequados, dieta saudável evitando o consumo de gorduras saturadas, redução da ingesta de cafeína e a prática regular de exercícios. Nos casos de dor mais severa e sem melhora com as medidas anteriores, o tratamento medicamentoso pode estar indicado. Este pode variar desde o uso de analgésicos comuns ou antiinflamatórios até o uso de drogas mais potentes que bloqueiam a ação dos hormônios.

Para uma melhor avaliação e maiores informações, consulte um especialista.

Gostou? Então ajude a compartilhar!

Tags: